Emerson Calado 

 

Descendendo dos índios Xucuru da Ororubá, no agreste Pernambucano, iniciou sua carreira em 1997 em Arcoverde, sertão Pernambucano, fazendo parte de um movimento de resistência cultural intitulado “Sistema Calango”, com o propósito de desmembrar o formato convencional das tradições nordestinas, acrescentando novas idéias, formas e maneiras de absolver as manifestações.

Em 1999 passa a integrar a independente banda “Cordel do Fogo Encantado - PE”, colaborando na composição de três discos “Cordel do Fogo Encantado (2000)”, “O Palhaço do Circo sem Futuro (2002)” e “Transfiguração (2006)” e um DVD “MTV Apresenta Cordel do Fogo Encantado (2005)”,além de projetos, interpretando músicas de artistas como: Milton Nascimento, Humberto Teixeira, Naná Vesconcelos, Irmãos Valença, Geraldo Vandré, Caetano Veloso, Badi Assad e outros...
No decorrer dos anos, adquiriu experiência musical com os mais variados gêneros, em 2003 integrou a banda de Metal Alternativo “69 Centavos - SP", participou em 2003 do primeiro disco da "O Teatro Mágico - SP" e ainda das bandas "Água de Quartinha - CE" (2008) e “D.D.O - GO" (2008).

A busca dos novos sons oriundos de instrumentos tradicionais da cultura popular fez dele uma ferramenta de comunicação universal, separando a tão costumeira idéia de ligar um instrumento a uma tradição, mesmo que sua utilização se adapte de acordo com a intensidade e a procura de novas linguagens. 
Desenvolveu um setup de percussão, com tons e surdos, pads, pratos e sucatas, tendo como trunfo, a mobilidade de extrair dele uma sonoridade que se encaixa em diversos gêneros musicais


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!